Existem diversas maneiras de ajudar, e uma delas é ajudando a divulgar este Blog.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Brasil ganha cinco novos mosteiros de Clarissas

Enquanto a Ordem Franciscana vê diminuir acentuadamente o número de vocações, obrigando províncias na Europa a se fundirem, no ramo feminino do movimento franciscano, a Ordem de Santa Clara de Assis cresce no mundo todo e, no nosso país, vive um momento histórico com a abertura de cinco novos mosteiros. O último será inaugurado no próximo dia 9 de agosto, um pouco antes da festa de Santa Clara de Assis, na cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul.

O Mosteiro de Santa Maria dos Anjos, em Dourados, será inaugurado às 9 horas, em celebração presidida por Dom Redovino Rizzardo, bispo diocesano de Dourados, que junto com os frades da Custódia Franciscana das Sete Alegrias de Nossa Senhora comemoram a realização de um sonho antigo, especialmente Frei Bernardo Dettling, que não poupou esforços para levar as Clarissas a esta região do país, que é a área de atuação dos frades da Custódia.
"No fundo, a mensagem franciscana e mesmo o anúncio cristão-evangélico não são completos sem a dimensão contemplativa", diz Frei Bernardo, que em suas visitas buscando apoio para a construção do mosteiro ouviu dizer que, no Brasil, as obras sociais são mais importantes que os mosteiros. "Certamente, as Clarissas não mantêm obras sociais, mas fornecem o 'combustível' para que obras sociais se realizem!', acredita Frei Bernardo, que é pároco da Igreja São José Operário.

As clarissas do Brasil ganham esses novos mosteiros exatamente no ano em que se iniciam as celebrações pelos 800 anos de fundação da Ordem de Santa Clara, ou seja, de 2009 até 2011, as Clarissas terão três anos de preparação para o Grande Jubileu de 2012(veja quadro acima). Em menos de um ano, além do mosteiro de Dourados, foram fundados os Mosteiros de Cascavel-PR (Mosteiro da Mãe da Providência), de Ourinhos-SP (Santa Maria dos Anjos), de Araputinga-MT (Nossa Sra. das Sete Alegrias) e de Feira de Santa-BA (Imaculada Conceição Mãe de Deus) .

Segundo o assistente nacional da Federação das Clarissas, Frei Raimundo J. de Oliveira Castro, as irmãs que a partir do dia 9 farão parte da nova fraternidade, virão do Mosteiro-fundador, ou seja, o Mosteiro de Santa Clara, em Anápolis-GO. “A nova fraternidade terá seis irmãs”, explica Frei Raimundo.

A presença das Clarissas na diocese se deveu muito ao apoio de Dom Redovino. "Face à difundida exigência que muitos sentem de sair da rotina quotidiana dos grandes aglomerados urbanos em busca de espaços propícios para o silêncio e a meditação, os mosteiros de vida contemplativa se apresentam como 'oásis' para que o homem, peregrino na terra, possa chegar mais facilmente às fontes do Espírito e saciar sua sede ao longo do caminho", lembra o bispo diocesano, fazendo coro ao pensamento do Papa Bento 16: "Os mosteiros contemplativos são insubstituíveis para a Igreja. São comparáveis com os "pulmões verdes", nas grandes cidades".

Frei Aluísio Alves Pereira Júnior, custódio das Sete Alegrias, enfatiza que este Mosteiro será para os membros da Família Franciscana, o "complemento que nos faltava nesta terra ao riquíssimo carisma que São Francisco e Santa Clara de Assis legaram à Igreja!"Para a Ministra da OFS-Dourados, Karla Vieira dos Santos, "aqui poderemos sentir de perto o seu modo de viver o silêncio, a interioridade e a sensibilidade".

O presidente da Fundação Terceiro Milênio, Gilmar Curioni, foi mais longe: "É importante entender as diferentes formas de doação ao reino de Deus e respeitar todas as formas de manifestar esse amor. E dentre essas maneiras de doação a clausura pede a construção de mosteiros: lugares santos dedicados exclusivamente à oração em uma sociedade com tantos monumentos que não edificam a vida humana".
O novo mosteiro em Dourados, fica na rua Sargento Moisés Soares da Silva, Q06 Lote 15 - Parque Alvorada - Dourados - MS.

Fonte: Por Moacir Beggo

Nenhum comentário:

Postar um comentário