Existem diversas maneiras de ajudar, e uma delas é ajudando a divulgar este Blog.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Vocações que nascem do amor para servir no amor

Agosto é mês vocacional. De fato:

1) - No dia 4, celebramos São João Maria Vianney, o Cura d’Ars, Patrono dos Presbíteros. Ganha destaque a vocação sacerdotal.

2) - No segundo domingo, dia 9, comemora-se o Dia dos Pais. Com eles, lembramos as famílias.

3) – Nos dias 15 e 16, Festa da Assunção de Nossa Senhora, comemoramos a vocação à Vida Religiosas.

4) - No domingo, dia 30, comemora-se o Dia Nacional do Catequista.

Presbíteros, pais e família, religiosos (as) e catequistas são vocações que nascem do amor e se realizam no amor. Nascem do amor de Jesus Cristo que se doa à humanidade para restabelecer o contato amoroso com o Pai, na força do Espírito Santo. Todos são convidados para a doação, isto é, para a santidade! Jesus chamou os Apóstolos para colaborarem em Sua Missão. Hoje continua chamando com amor e para servir no amor. “Deus nos ama, nos chama e nos envia em missão. Há várias formas de responder com amor a esse amor de Deus. Neste mês vocacional queremos ter presentes em nossas comunidades e paróquias as diversas vocações”.

Sobre a vocação e a vida dos presbíteros, eis como se pode visualizar o conteúdo do livro de Dom Rafael Llano Cifuentes – Sacerdotes para o Terceiro Milênio, Ed. Santuário: O sacerdote é chamado à santidade sacerdotal, a viver o celibato como afirmação jubilosa e fecunda, a buscar a maturidade afetiva, a ser livre na pobreza; a viver na humildade e sinceridade aceitando a si mesmo com coerência, autenticidade, transparência e amor humilde; a cultivar a vida de oração, a ter o amor como paixão. Assim será como o Bom Pastor! “O sacerdócio está gravado, de forma indissolúvel, no nosso ser. E parece que grita: "Sacerdos in Aeternum!".

Podemos ficar desanimados... Nesse momento delicado, temos de descer até nossas raízes mais íntimas e encontrar força no chamado divino pessoal: “O Senhor escolheu a mim, pessoalmente, antes da constituição do mundo. Sou sacerdote para sempre!... Maria Santíssima trouxe para a Terra o Filho de Deus uma vez na história. Eu, com a força da minha palavra sacerdotal, posso trazê-Lo todos os dias na Santa Missa...” (pg. 14-15). “Como é bom perceber o amor e dedicação dos nossos padres nas comunidades e paróquias! Rezemos para que eles possam com amor seguir a Jesus Cristo nessa vocação”, escreve uma religiosa que atua em nossa Diocese.

No Ano Sacerdotal proposto pelo Santo Padre, é importante o lema: “Fidelidade de Cristo, Fidelidade do Sacerdote”. “Deixar-se conquistar totalmente por Cristo! Este foi o objetivo de toda a vida de São Paulo; esta foi a meta de todo o ministério do Santo Cura de A'rs, a quem invocaremos particularmente durante o Ano Sacerdotal” (Bento XVI, Homilia de Abertura do Ano Sacerdotal).

Vocação Matrimonial na Família: As pessoas que se unem em matrimônio por amor, expressam o amor de Deus na família: pais, mães, avós, tias, tios, filhos e filhas. Vivem no dia a dia o amor. O casal e a família são uma “pequena Igreja”. Cristo está presente porque há um pacto de amor entre eles, uma verdadeira “aliança” – no sentido bíblico.

Como é importante pensar na família que começa e persevera no amor; que gera filhos e os faz crescer no amor! Este fato é capaz de reverter a violência e o desrespeito pela vida que grassam na sociedade de hoje. Não é com prisões que se supera a violência. Elas também são necessárias – infelizmente! Mas que o sejam para os casos extremos, que, por sinal diminuiriam, se as famílias vivessem sua vocação de amor e de educadoras para o amor. Procuremos incentivar a Pastoral Familiar, a Comissão em defesa da Vida e o CENPLAFLAM, entre outras iniciativas pastorais.

O Documento de Aparecida recomenda: “Visto que a família é o valor mais querido por nossos povos, cremos que se deve assumir a preocupação por ela como um dos eixos transversais de toda a ação evangelizadora da Igreja. Em toda diocese se requer uma pastoral familiar “intensa e vigorosa” para proclamar o evangelho da família, promover a cultura da vida, e trabalhar para que os direitos das famílias sejam reconhecidos e respeitados” (n. 435)

Vocação consagrada das religiosas e religiosos - Com alegria vemos em nossa diocese 26 comunidades de religiosas e 13 comunidades de religiosos, que por amor seguem a Jesus Cristo numa vida de oração e dedicação ao próximo. “A partir do seu ser, a vida consagrada é chamada a ser especialista em comunhão, no interior tanto da Igreja quanto da sociedade” (DA, 218). Rezemos por todos e por novas vocações por amor.

Catequistas: É também uma vocação por amor. Quem se doa como catequista é porque segue a Jesus Cristo e por isso transmite Seus ensinamentos. “É hora de despertarmos para a consciência de que a catequese é uma dimensão intrínseca de toda ação evangelizadora e que toda a Igreja assuma uma nova concepção de catequese como processo formativo, sistemático, progressivo e permanente de educação da fé, da esperança e do amor” (Diretório Nacional de Catequese). Estamos em pleno ano catequético, com intensa programação também em nossa Diocese (cfr. Pág. 5 do Presença Diocesana de julho 2009). Acolhamos a chama catequética que percorrerá nossas cidades, em setembro e outubro.

Que Nossa Senhora Aparecida abençoe as vocações. Em nossa Romaria a Aparecida rezamos pelos sacerdotes, pelo Ano Sacerdotal, pelo Seminário São José e por todas as vocações. Rezamos também pela família, pelos jovens e pela catequese!


Dom Jacyr Francisco Braido
Bispo de Santos - SP

Confraternização para colaboradores da Festa de Santo Antônio 2009

A Comunidade Santo Antônio ,quer agradecer com alegria a colaboração recebida em nossa Festa.
O NOSSO MUITO OBRIGADO!
O ano que vem esperamos por vocês...

Confira todas as fotos de nossa confraternização dos colaboradores da festa ... na parte superior do BLOG.
Que Santo Antônio, de junto de Deus, interceda pela sua felicidade!

Festa de Nossa Senhora da Glória

A festa de Nossa Senhora da Glória é a mesma festa litúrgica da Assunção de Nossa Senhora, em que a Igreja celebra a glorificação de Maria coroada como rainha do céu e da terra.
A devoção a Nossa Senhora da Glória chegou ao Brasil em 1503, trazida pelos primeiros colonos portugueses que aqui chegaram e construíram a primeira igreja a ela dedicada em Porto Seguro, na Bahia. Nossa Senhora da Glória é festejada em 15 de agosto.
MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FESTA DE NOSSA PADROEIRA, NA SECRETARIA PARÓQUIAL.
Oração à Nossa Senhora da Glória
Virgem Imaculada, Mãe de Deus e de todos nós, cremos firmemente na vossa assunção triunfal em espírito e corpo ao Céu, onde fostes aclamada Rainha dos Anjos e dos Santos. Nós nos unimos a eles para louvar e bendizer ao Senhor, que vos exaltou sobre todas as criaturas. E nós, pobres pecadores, vos pedimos que purifiqueis os nossos sentimentos para que aprendamos desde agora a perceber Deus no encanto das criaturas.Nós temos a certeza de que vossos olhos que choravam sobre esta terra, regada pelo sangue de Jesus, se volvem ainda para este mundo cheio de guerras, perseguições, opressão dos justos e dos fracos. Esperamos que vossa luz celeste alivie os sofrimentos de nossos corações, as provações da Igreja e de nossa Pátria.Nós cremos, ó Maria, que na glória onde vós reinais, vós sois, depois de Jesus, a alegria dos anjos e dos santos. Confortados pela fé na futura ressurreição, olhamos para vós, nossa vida e nossa esperança. Mostrai-nos, um dia, o fruto bendito de vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó virgem Maria. Amém.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Um amigo pode nos transformar

Jesus nos ensina que todos nós precisamos ter amigos diante dos quais possamos chorar e abrir o coração. Amigos que nos acolham e nos amem do jeito que somos. Amigos que não nos julguem a partir de um momento, mesmo que seja um momento dolorido.

Feliz de quem tem um amigo diante do qual pode se mostrar pelo avesso. Feliz de quem tem um amigo diante do qual pode mostrar o seu pior… e o seu melhor também!

Amigo não é apenas um conhecido, colega, companheiro… Observemos a ênfase que a Palavra de Deus dá a ele: “Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro” (Eclesiástico 6,14b).

Um amigo pode nos transformar. E por que nos transforma? Porque, antes de tudo, ele nos ama como somos. O amigo consegue nos corrigir e, muitas vezes, só ele é capaz de fazer isso. Ele, e só ele, tem linha direta com o nosso coração. Ele chega lá naquele lugar aonde ninguém consegue chegar.

Reze, hoje, por ele(s); agradeça a Deus por você tê-lo(s) ao seu lado.

Feliz Dia do Amigo!

Jesus, eu confio em Vós!

Fonte: Luzia

sábado, 11 de julho de 2009

Mês do Dízimo na Arquidiocese

JULHO DE 2009 – MÊS DO DÍZIMO NA ARQUIDIOCESE DE CUIABA. JUNTOS DE MÃOS DADAS,REFLETINDO O DÍZIMO NA ARQUIDIOCESE DE CUIABÁ. É com esse espírito que refletiremos e celebraremos o Dízimo, durante todo o MES DE JULHO DE 2009 nas Paróquias e respectivas Comunidades da Arquidiocese de Cuiabá. Todos nós, que somos Igreja Arquidiocesana de Cuiabá, somos chamados a essa reflexão diária em todas as celebrações, reuniões e encontros realizados. Que cada membro de nossa Igreja que vive e caminha nas pastorais, movimentos, serviços, ministérios, CPC e CPP, sejam multiplicadores para que a reflexão do Dízimo chegue a todos os irmãos e irmãs católicos (as) no âmbito da nossa Comunidade, Paróquia e Arquidiocese. “O Cristão entendendo a grande espiritualidade que o oferecimento do Dízimo traz em si, compreenderá que o Dízimo é muito mais que uma oferta material. É a nossa gratidão a Deus por tudo o que somos e o que temos”.
Fonte: Site da Arquidiocese

Sangue da nova e eterna Aliança

Hoje, vamos refletir sobre o preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus. Muitas vezes ouvimos a frase: “O Sangue de Cristo tem poder”, mas o que significa isso? Quando pensamos no Pai na cruz não vemos a Sua liberdade porque O enxergamos presos. Mas ela se manifestou na Santa Ceia. “Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo tomou também o cálice, depois de cear, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança em meu sangue, que é derramado por vós” (Lucas 22, 19). É neste ato de oferta que enxergamos o sacerdócio de Nosso Senhor Jesus Cristo. Quantas vezes participamos da Santa Missa e ouvimos essas palavras?Você sabe o que significa “o Sangue da Nova e Eterna Aliança”? Para entender isso precisamos saber o significado disso. Aliança é um pacto de fidelidade, ou seja, duas pessoas resolvem fazer um “contrato” sério, por meio do qual doam as suas vidas. Quando falamos de Aliança de Sangue é um pacto para a vida inteira; é isso que Deus faz com cada um de nós. O Pai quis fazer essa Aliança conosco para nos dizer que a nossa vida está n'Ele. Sem o Senhor, nós não temos sentido. Cortar o relacionamento com Deus significa automaticamente a nossa morte. Quando cortamos o fio de energia que alimenta um aparelho este vai desligar e não vai funcionar. É assim que acontece, também, conosco [se cortarmos o relacionamento com Deus]. O Todo-poderoso é a razão da sua vida, o que sustenta você, o ar que você respira. O Senhor quis fazer essa Aliança para que você fizesse o bem. Amar ao Pai é bom para você; logo: se quiser se realizar como pessoa, precisará estar em pleno contato com Ele.

O Senhor quer que você fique junto d'Ele e que não vá atrás de outros deuses, como o sexo, a bebida, o dinheiro, ou talvez até seu marido e seus filhos. Não podemos viver mais por conta de uma pessoa do que por conta de Deus.Se você for fiel apenas 10%, será feliz apenas 10%. Mas, se der toda a sua vida ao Pai, você será totalmente realizado. A sua felicidade depende do seu grau de intimidade com o Senhor. Jesus perdoa a sua infidelidade e mostra a fidelidade d'Ele, esse é o poder do Sangue de Jesus.O amor é isto: juramento de fidelidade. Amar é gostar e perdoar apesar dos pecados, das fraquezas. Uma mãe que ama seu filho drogado, ama o filho, mas odeia a droga. Deus ama você, apesar de você. Os cristãos não perdoam os pecados e, sim, os pecadores.Se você tolera o mal, você não ama o bem. Se você ama alguém, você odeia aquilo que o destrói. Por isso, Deus olha para nós com o profundo amor de quem ama o pecador e profundo ódio de quem odeia o pecado.

O Altíssimo não deixa a nossa consciência em paz, Ele vai atrás de nós, é ciumento porque nos ama e nos quer ver bem. O Sangue de Cristo mostra a misericórdia infinita d'Ele por nós. Jesus não desiste de você e você também não pode desistir de si mesmo!Ame você e odeie o seu pecado, esse é o equilíbrio do cristão. Você pode ter feiro tudo para que Deus desistisse de você, mas Ele não vai desistir. Amém!
Fonte: Padre Ricardo

quarta-feira, 1 de julho de 2009

JULHO e o MÊS do Sangue de Cristo

Julho e o mês do Sangue de Cristo. Qual a relação?
O mês de julho foi estabelecido pela Igreja como o mês dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus. A piedade cristã sempre manifestou, através dos séculos, especial devoção ao Sangue de Cristo derramado para a remissão dos pecados de todo o gênero humano, por ocasião da Paixão e Morte de Jesus e atravessando a história até hoje com Sua presença real no Sacramento da Eucaristia.
Desde tempos muito remotos, a devoção ao Preciosíssimo Sangue de Jesus sempre esteve presente e floresceu cada vez mais em meio ao clero e aos fiéis, através de solenidades, preces públicas e Ladainha própria, com o fim de pedir a Deus perdão dos pecados, afastar os fiéis dos justos castigos, implorar as bênçãos do céu sobre os frutos da terra, e prover nossas necessidades espirituais e temporais.
No século passado, foi
São Gaspar de Búfalo admirável propagador desta insigne devoção, tendo o merecimento da aprovação da Santa Sé e por isto até hoje é conhecido como o “Apóstolo do Preciosíssimo Sangue”. Foi por ordem do Papa Bento XIV que foram compostos a missa e o ofício em honra ao Sangue de Jesus para finalmente ser estendida à Igreja Universal por decreto do Papa Pio IX.
O Papa João XXIII, cuja família desde a sua infância foi fiel devota ao Preciosíssimo Sangue, também perpetrou esta santa devoção, tendo logo no início de seu pontificado escrito a
Carta Apostólica Inde a Primis, a fim de promover o seu culto, conforme fez menção o Papa João Paulo II em sua Carta Apostólica Angelus Domini, onde frisa o convite de João XXIII sobre o valor infinito daquele sangue, do qual “uma só gota pode salvar o mundo inteiro de qualquer culpa”.
Sejamos, portanto, também devotos propagadores desta extraordinária e salutar prática da piedade cristã.
Oração com o Poder do Sangue de Cristo
Senhor Jesus, em teu nome, e com o poder de teu Sangue PreciosoSelamos toda pessoa, feitos e acontecimentos através dos quais o inimigo nos queira fazer mal.
Com o poder do Sangue de Jesus, selamos toda potestade destruidora no ar, na terra, na água, no fogo, debaixo da terra, as forças satânicas da natureza, nos abismos do inferno, e no mundo no qual nós vivemos hoje.
Com o poder do Sangue de Jesus rompemos toda interferência e ação do maligno.
Pedimos-te Jesus que envies a nossos lares e lugares de trabalho a Santíssima Virgem acompanhada de São Miguel, São Gabriel, São Rafael e toda sua corte de Santos Anjos.
Com o poder do Sangue de Jesus selamos nossa casa, todos os que nela habitam (nomear a cada uma deles), as pessoas que o Senhor enviará a ela, assim como os alimentos, e os bens que Vós generosamente nos envia para nosso sustento.
Com o poder do Sangue de Jesus selamos terra, portas, janelas, objetos, paredes e pisos, o ar que respiramos e com fé colocamos um círculo de seu Sangue ao redor de toda nossa família.
Com o poder do Sangue de Jesus selamos os lugares aonde vamos estar neste dia, e as pessoas, empresas ou instituições com quem vamos tratar (nomear a cada uma delas).
Com o poder do Sangue de Jesus selamos nosso trabalho material e espiritual, os negócios de toda nossa família, e os veículos, os ares, as vias e qualquer meio de transporte que haveremos de utilizar.
Com Teu Sangue precioso selamos os atos, as mentes e os corações de todos os habitantes e dirigentes de nossa Pátria a fim de que tua paz e teu Coração reinem.
Agradecemos-te Senhor por teu Sangue e por tua Vida, Damos graças a eles por termos sido salvos e sermos preservados de todo o mal. Amém.