Existem diversas maneiras de ajudar, e uma delas é ajudando a divulgar este Blog.

domingo, 11 de outubro de 2009

Festa de São Francisco de Assis

São Francisco nasceu no ano de 1181 ou 1182 (não se tem uma certeza quanto à data) na cidade de Assis, Itália. Seus pais são Pedro Bernardone e Dona Joana. No batismo, recebeu o nome de João, mas ao regressar de uma viagem o pai lhe deu o nome de Francisco. Pedro Bernardone era comerciante de tecidos.

Francisco se torna um jovem muito popular em Assis. Era conhecido por sua alegria e pelo gosto por festas.

Em 1204, Francisco passa por um longo período doente. Em 1204 ou início de 1205, ele vai para a guerra que estava acontecendo em Apúlia. Nesta guerra, tem uma visão e, podemos dizer que aí começa seu processo de conversão.

Entre os meses de setembro e dezembro, em oração em uma pequena igreja abandonada, ouve a voz de um crucifixo (o crucifixo de São Damião), que lhe diz: “Francisco, vai e reconstrói a minha igreja”. A princípio Francisco entende como desejo de Deus que aquela igreja onde ele fazia orações fosse reconstruída. Passa então a reformar a pequena igreja de São Damião (o crucifixo de São Damião vem desta igreja. È a mesma imagem de quem ele ouve a voz).
Entre janeiro e fevereiro de 1206, Francisco despoja-se diante do Bispo Guido II. Abandona a família e passa a viver isolado. Pensam que estava louco. Mas seu propósito era viver o Evangelho. Para isso, entendia que precisava abandonar tudo e viver na radicalidade da pobreza.

Entre os meses de março a junho deste mesmo ano de 1206, presta seus serviços aos leprosos. Usa um hábito de eremita. Em 1208, no dia 24 de fevereiro, festa de São Matias, Francisco ouve na Porciúncula o Evangelho de envio apostólico. Troca as vestes de eremita por um hábito rude e torna-se pregador itinerante. É o início da vida propriamente franciscana. No dia 16 de abril deste mesmo ano, recebe os primeiros companheiros: Frei Bernardo de Quintavalle e Frei Pedro Cattani e, no dia 23 do mesmo mês, recebe Frei Egídio.

Em 1209, já são onze os companheiros de Francisco. Escreve uma breve Regra de vida e vai à Roma com os companheiros para pedir aprovação ao papa para a forma de vida que estão levando. Recebem uma aprovação oral do papa. Neste ano de 2009, comemoramos 800 anos de aprovação desta regra.

No dia 18 ou 19 de março de 1211 ou 1212, noite de Domingo de Ramos, Clara foge de casa e se junta a Francisco. Francisco a conduz ao mosteiro das beneditinas. Tempos depois, faz umas adaptações na Igreja de São Damião e transfere Clara para lá, juntamente come outras irmãs que já se haviam juntado a ela.

Em 1219 morrem os primeiros frades em missão, no Marrocos. São considerados mártires franciscanos. Motivado pelo ideal de martírio, Santo Antônio pede para ser admitido na Ordem Franciscana.

Em 1223, Francisco redige a Regra definitiva da Ordem, que é aprovada pelo papa Honório III. Na noite de Natal deste ano, Francisco celebra a festa diante de um presépio. Nasce aqui a tradição de montagem do presépio. Francisco queria reviver o nascimento de Cristo tal qual ele foi, por isso monta um presépio vivo.

Entre 15 de agosto e 29 de setembro de 1224, Francisco dirige-se a um monte chamado Monte Alverne com Frei Leão e Frei Rufino, a fim de fazer uma quaresma de oração e jejum em honra a São Miguel. Na proximidade do dia 14 de setembro, festa da exaltação da Santa Cruz, Francisco tem uma visão de um Serafim alado (um anjo com asas) e crucificado. Recebe os estigmas nesta ocasião. Em 1225 ele já está bastante doente. Quase cego. Compõe o Cântico do Irmão Sol. No dia 03 de outubro de 1226, à tarde, Francisco morre cantando.
Em 1228, no dia 16 de julho, é canonizado.


Fonte: Franciscanosonlane

Nenhum comentário:

Postar um comentário